Desafio Literario- Outubro

No décimo mes do desafio literário 2010 o tema é Lição de vida. O livro que escolhi foi Para Sempre Alice da escritora Lisa Genova. Na verdade eu li ele antes de outubro. Porque ganhei de presente em dezembro, no amigo secreto, e não aguentei esperar dez meses para ler.  


Para Sempre Alice




Aos 50 anos, Alice começa a esquecer. No início, coisas sem importância, como o lugar em que deixou o celular, até que, um dia, ela se perde a caminho de casa. Um diagnóstico inesperado altera para sempre sua vida e sua maneira de se relacionar com a própria família e o mundo. Ela descobre que sofre do mal de Alzheimer de instalação precoce. Alice  sempre foi uma mulher racional e independente, uma reconhecida professora universitaria, acostumada a cuidar de si mesma. A descoberta e a evolução da doença são retradadas de maneira realista, mostrando os sintomas, tratamentos e principalmente as dificuldades e problemas que causam na vida dela.  Apesar de tudo, doença degenerativa e incurável,  incompreensão, e preconceitos Alice segue sua vida e continua sendo a pessoa que sempre foi. E, quando não há mais certezas possíveis, só o amor sabe o que é verdade.

Quando eu vi que o tema seria lição de vida já sabia que ficaria emocionada com os livros. E foi o que aconteceu mesmo, eu chorei muito no final. Não que tenha um fim trágico e grandes acontecimentos, no começou até meio chato. Mas, conforme a história evolui parece tão real que o drama da Alice poderia ser de alguém próximo a mim, ou mesmo meu no futuro. Além disso, o livro é centrado nos sentimentos e emoções da pessoa com a doença , e não das pessoas ao seu redor. O que não é muito comum, já que se trata de uma doença degenerativa  Então a história é sobre uma mulher com mal de Alzeheimer, seus sentimentos, duvidas e emoções, enfim,  como ela convive com essa triste realidade. 
No geral, eu gostei muito do livro e recomendo. é uma história emocionante de uma mulher que é forte e batalhadora até o ultimo momento, que luta pela vida, por cada dia e cada momento vivido.
E deixo, só para reflexão, um trecho  muito bom do livro:

"Meu ontens estão desaparecendo e meus amanhã são incertos. Então, para que eu vivo? vivo para cada dia. vivo o presente. Num amanhã próximo, esquecerei que estive aqui diante de vocês e que fiz esse discurso. Mas, o simples fato de eu vir a esquece-lo num amanhã qualquer não significa que hoje eu não tenha vivido cada segundo dele. Esquecerei o hoje, mas isso não significa que o hoje não tem importância."


Para quem não sabe o que é o mal de Alzheimer um breve esclarecimento:
O mal de Alzheimer, ou doença de Alzheimer ou simplesmente Alzheimer é a forma mais comum de demência. Esta doença degenerativa, até o momento incurável e terminal. Cada paciente de Alzheimer sofre a doença de forma única, mas existem pontos em comum, por exemplo, o sintoma primário mais comum é a perda de memória. Muitas vezes os primeiros sintomas são confundidos com problemas de idade ou de estresse. Quando a suspeita recai sobre o Mal de Alzheimer, o paciente é submetido a uma série de testes cognitivos. Com o avançar da doença vão aparecendo novos sintomas como confusão, irritabilidade e agressividade, alterações de humor, falhas na linguagem, perda de memória a longo prazo e o paciente começa a desligar-se da realidade. As suas funções motoras começam a perder-se e o paciente acaba por morrer.
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Também gostei muito do livro. E endosso a recomendação. Obrigada por compartilhar sua opinião conosco.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Também quero ler essa obra e chorar muitooo!!!

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Total de visualizações de página