Livro Centúrias

Tive a sorte de ganhar esse livro em uma promoção no blog Amor, Sangue, Mistério. Já tinha visto vários comentários positivos sobre o livro Centúrias que é nacional, inclusive a avaliação no Skoob é muito boa, então estava louca para ler.E assim que ele chegou já comecei a leitura. Isso foi no mês passado. Eu andava tão envolvida com algumas leituras e com o livro que estou escrevendo(isso mesmo estou escrevendo um livro, em breve eu falo sobre ele para vocês) por isso atrasei várias postagens que tinha planejado para o blog. Enfim, nunca fui muito boa com planejamentos (afff! imagina isso dito por uma futura contadora).

Aylá Levale tem dezoito anos, é uma jovem tímida, responsável e que não pensa em namorar. Desde pequena ela teve que se mudar com frequencia por causa dos relacionamentos amorosos da mãe que não dão certo. Mas, a vida de Aylá começa a mudar completamente quando ela e a mãe se mudam para sua cidade natal Pitfal. Nessa pequena e encantadora cidade nada é o que parece,  logo coisas estranhas acontecem com a jovem, sonhos com uma mulher desconhecidos, uma coruja que está sempre no seu quarto e antigas histórias de familia que até então ela desconhecia.
Se mudar para Pitfal e descobrir coisas que nunca imaginou ser possível já parecia o bastante para Aylá, mas, o destino ainda reserva mais. Ela conhece Igor Telfort e o amor se torna inevitavel. Agora ela tem que lidar com sua nova realidad, Aylá é uma bruxa, e com um amor predestinado que tem tudo para ser complicado, já que Igor vem de uma familia inimiga da dela.

Eu adorei esse livro. Parece um conto de fadas tem uma cidade misteriosa, bruxos bons e maus, e claro, romance. Gostei muito da história e de todos os personagens, principalmente da Aylá, ela não é uma mocinha bobinha e indefesa, não abaixa a cabeça para ninguém e  tem os ideais e as opiniões e luta por eles. O aprendizado dela para se tornar uma bruxa e o relacionamento com o Igor é tratado pela autora de uma forma leve, divertida e com muita magia, o que faz agente não conseguir largar o livro até chegar no fim. E, quando o livro termina agente quer logo ler o próximo com a continuação.
Eu recomendo o livro Centúrias. E, támbem quero parabenisar a autora Bruna Longobucco que mostra que existe muitos escritores talentosos no brasil.  

Trecho do livro:
“Nem assumindo minha verdadeira natureza eu conseguia libertá-lo. E as outras bruxas não podiam se mover. Parecia que tudo estava perdido. Segurei a chave, tentando resgatar meus poderes, lutando contra o bloqueio negativo que me enredava e ameaçava a vida de Igor. Se houve um tempo em que não acreditei no amor, agora não acreditava na possibilidade de existir sem tê-lo ao meu lado. Havia muito em jogo. A ordem centuriana; a vida das criaturas claras; meu sol. Por isso, eu precisava reagir. Já havíamos passado por tantas coisas e não seria justo que após tantos desencontros fôssemos separados novamente. Repassei os ensinamentos da feiticeira-anciã. A resposta, ela dizia, está dentro de nós. É preciso acreditar na magia. Foi então que percebi: eu não lutava apenas contra os meus inimigos. Lutava contra o peso da realidade e de minhas próprias limitações”.

Desafio Literário- Julho

O tema do mes de julho do desafio literario era livros adaptados para o cinema. Foi bem dificil escolher um, afinal existem tantos livros que viraram filme. De qualquer maneira o meu escolhido foi O Diabo veste Prada.

Sinopse:
Neste irresistí vel romance, o leitor irá conhecer Andrea Sachs, uma jovem recém-formada que conquista um emprego que deveria deixar roxas de inveja milhares de garotas: o de assistente de Miranda Priestly, reverenciada editora da revista Runway Magazine, a mais bem-sucedida revista de moda do momento. Logo ela percebe, porém, que o emprego pelo qual um milhão de meninas dariam a vida para ter pode simplesmente acabar com a dela.

De uma hora para outra, a jovem jornalista se vê num escritório onde as palavras Prada, Armani e Versace são lei e comeeça a conviver de perto com o fascinante mundo da moda. Fascinante, mas nem tão glamouroso assim. Ela logo percebe que, em lugar de escrever reportagens e editoriais de moda, seu trabalho na Runway será o de atender aos caprichos da chefe: Andrea precisa buscar as roupas de Miranda na lavanderia, ir à caça de baby-sitters para seus filhos, localizar do escritório em Nova York o paradeiro do motorista que deixou Miranda tomando chuva numa esquina de Paris e providenciar rapidamente a solução para pedidos os mais mirabolantes. Miranda é a personificação do pesadelo para Andrea.

Escolhi esse livro porque gosto bastante do filme e não me decepcionei, como acontece com tantas adaptações por aí.O livro é bem diferente do filme, principalmente o final, mas é super divertido  e leve, assim como o filme. Agente sofre e se diverte com todas as situações que Andrea passa para manter o emprego. Apesar de trabalhar na mais famosa e importante revista de moda, e ouvir o tempo todo que um milhão de garotas gostaria de estar no seu lugar Andrea não está nada feliz com esse emprego. E a culpa é  de Miranda sua chefe insuportável. Miranda é o tipo de pessoa que se acha superior a todo mundo  e  não tem nenhum problema em demonstrar isso, todo o tempo ela faz as exigencias mais absurdas que se pode imaginar, e o estranho é que todos a obedecem. Acho até que a Andrea aguentou muito, se fosse eu, não teria ficado mais do que uma semana nesse emprego.Além da relação funcionaria explorada e chefe prepotente esse livro faz também um retrato engraçado e nada encantador dos bastidores do mundo da moda.


Jane Austen- A vampira

Dando uma olhada nos lançamentos do segundo semestre desse ano e descobri mais um   livro que se ultiliza do nome da minha querida autora,  Jane Austen- A Vampira. Parece absurdo né, mas, até Jane Austen entrou na onda vampiresca.




Sinopse:

Segundo este livro, a autora de Orgulho e Preconceito e outros clássicos do século XVIII não morreu, mas vive hoje numa cidadezinha no interior do estado de Nova York. Dona de uma livraria, vive frustrada por não receber os direitos autorais e ter o reconhecimento de suas obras de sucesso. Em Jane Austen – A vampira, ela mudou o nome para Fairfax e sobrevive há 233 anos, porque foi mordida por um vampiro, quando se tornou imortal. Entre romances com o Lord Byron, que também é um vampiro, e tentativas frustradas de publicar um novo livro, Jane Austen, ou melhor, dizendo, Jane Fairfax, envolve o leitor em uma divertida viagem ao universo literário, com personagens de outras histórias, de maneira inteligente e divertida!

Depois de livros como Orgulho e Preconceito e os Zumbis e Razão e Sensibilidade e os Monstros, não sei porque esse novo livro me surpreende. De qualquer maneira, eu pretendo ler. A parte da história que aborda como seria a vida de Austen vivendo no século XXI  parece interessante. Além disso, o pior que pode acontecer  é o livro virar uma comédia.


E viva Jane Austen!



O mundo de Sofia

hoje, 14 de julho, é o dia da liberdade de pensamento. é existe dia em homenagem a tudo mesmo nada mais justo que um dia em especial para algo tão importante como a liberdade de  pensamento. Tem uma frase do filosofo francês Voltaire que eu sempre lembro quando se fala de liberdade de pensamento e/ou expressão: 
"Não concordo com o que dizes, mas, defendo até a morte o direito de o dizeres"

Então pensando (viu como é importante) nesse dia vou comentar aqui um dos livros que mais gosto e que mais me fizeram pensar sobre muitos assuntos diferentes. O Mundo De Sofia de Jostein Gaarder .É um romance muito interessante  sobre filosofia, tudo haver com o dia ( filosofia = muito pensamento ).

Sinopse:
Às vésperas de seu aniversário de quinze anos, Sofia Amundsen começa a receber bilhetes e cartões postais bastante estranhos. Os bilhetes são anônimos e perguntam a Sofia quem é ela e de onde vem o mundo em que se vive. Os postais foram mandados do Líbano, por um major desconhecido, para uma tal de Hilde Knag, jovem que Sofia desconhece. O mistério dos bilhetes e dos postais é o ponto de partida deste romance, que vem conquistando milhões de leitores em todos os países em que foi lançado. De capítulo em capítulo, de 'lição' em 'lição', o leitor é convidado a trilhar toda a história da filosofia ocidental - dos pré-socráticos aos pós-modernos -, ao mesmo tempo em que se vê envolvido por um intrigante thriller que toma um rumo muito surpreendente

Sofia Amudsen  é uma jovem estudante que vê a sua vida mudar completamente por conta de cartas anônimas com as mais diversas questões existenciais: Quem é você? De onde você vem? Como começou o mundo? É assim que ela começa a entrar no mundo da filosofia. Atráves de muitas perguntas, e aulas de filosofia não convencionais, Sofia percebe a importância do pensamento filosófica, da observação e admiração sobre tudo e todos. E nós leitores temos a chance de conhecer mais sobre a história da filosofia e viajamos junto com ela nessa jornada de rever a vida e o cotidiano de uma maneira reflexiva. Porque no mundo de Sofia tudo, das coisas mais simples como acordar de manhã  ou as duvidas universais como a existência de Deus, tem um significado além, seja esse significado estudado por um filosofo a milênios atrás ou entendido por nós nesse exato momento.  
Eu li esse livro quando tinha 17 anos, já faz um tempinho e até hoje um livro que abordasse a filosofia de uma maneira tão envolvente que aproxima o leitor de assuntos que para alguns pode parecer difíceis e cansativos. Levanta as principais questões estudadas pelos pensadores de todos os tempos,  passando desde os filósofos gregos até os contemporâneos, abordando assuntos como  o Universo, o Homem, a Sociedade,  a História e o mais interessante, a nossa existência. Por isso eu recomendo O Mundo de Sofia, como livro e também como aula de filosofia.
Então que tal fazer como a Sofia e parar para refletir por alguns minutos sobre essas perguntas: 
Quem é você?
De onde você vem?
Qual sua importância no mundo?




Beastly (Bestial)

Mais um livro lido no começo do ano que eu já deveria ter resenhado faz tempo, assim como muitos outros. Estava fazendo a contagem dos livros lidos só nesse primeiro semestre de 2010 foram 40, e desses muitos faltam ser comentados aqui no blog. As leitoras me entendem, as vezes ficamos tão prezas a nossas leituras que fica difícil desgrudar do livro para vir escrever.Vou me esforçar mais.

Sinopse:
Kyle tem tudo, mas ainda assim, não se sente bem ao menos que deprecie e humilhe todos aqueles que não cumprem com seus estandartes de perfeição. Até que um dia se meteu com a pessoa errada, uma estranha garota de sua aula de inglês que tem o cabelo verde e sua aparência não é precisamente agradável.
Como uma brincadeira, ele a deixa plantada no baile. Então descobre que a estranha, entretanto, não é nada mais nada menos que uma bruxa que o castiga com uma maldição!
Existe uma possibilidade, ele tem dois anos para encontrar alguém que o ame realmente, apesar de sua aparência monstruosa; mas o que é realmente difícil é que ele também deve amar essa pessoa ou será uma besta para sempre.

Esse livro faz uma interessante releitura da história a bela é a fera. O autor traz esse conto tão conhecido da nossa infância para os dias atuais em um contexto adolescente.  Outra coisa diferente nesse livro é que quem narra a história é o personagem da Fera, o que nos permite um entendimento maior das ações e  da personalidade dele. Toda a lição que o contos de fada trazem está bem explicita nessa releitura, nesse caso a maior lição é não julgar pela aparência ou se preocupar somente com a beleza exterior.

O kyle é um jovem de 16 anos que só se preocupa com as aparências. Para ele a beleza e a posição social é o que realmente importa, e ele tem os dois, portanto se acha perfeito e acima de todos os outros. E humilha a todos que não se encaixam no seu mundinho de vaidade e preconceito. Porem, quando ele é transformado em uma fera do dia para noite, tudo muda. É uma mudança gradual, aos poucos Kyle percebe que tudo o que ele julgava importante se foram  e teria que encontrar uma nova maneira de ver o mundo e a si mesmo e continuar a vida. Mas, assim como na história original da Bela e a Fera, existi uma maneira de reverter o feitiço, através do amor verdadeiro.  

Gostei muito desse livro, é uma ótima leitura cheia de significados. Eu recomendo!

E, a titulo de informação, esse livro foi adaptado para o cinema recentemente, parece que a estréia está prevista para setembro desse ano.


Ganhei!



Estou muito feliz. Pela primeira vez, entre tantas promoções na blogosfera que participo, ganhei!
Estou mais feliz ainda porque o premio que  ganhei foi o livro Centúrias da autora Bruna Longobucco,  no Blog  Amor, mistério e sangue .
Recebi meu livro ontem e já comecei a ler. Abaixou coloquei fotos dele:


Livro autografado. Obrigada Bruna Longobucco



Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Total de visualizações de página