Feliz Ano Novo!

"Nós abriremos o livro. Suas páginas estão em branco. Nós vamos pôr palavras nele. O livro chama-se Oportunidade e seu primeiro capítulo é o Dia de ano novo."
 ( Edith Lovejoy Pierce )


Desafio Literário 2010 - Dezembro




O ano de 2010 está chegando ao fim. E com ele tambem termina o Desafio Literário 2010. O livro de dezembro encerra esse desafio que foi muito bom. Ele foi um incentivo para conhecer novos livros, acabar com antigos pré-conceitos litérarios e encontrar ótimos blogs e seus respectivos escritores.E para fechar bem o desafio não podia ter livro melhor: Coração de Tinta, da autora Cornelia Funke


Há muito tempo Mo decidiu nunca mais ler um livro em voz alta. Sua filha Meggie é uma devoradora de histórias, mas apesar da insistência não consegue fazer com que o pai leia para ela na cama. Meggie jamais entendeu o motivo dessa recusa, até que um excêntrico visitante noturno finalmente vem revelar o segredo que explica a proibição.
É que Mo tem uma habilidade estranha e incontrolável: quando lê um texto em voz alta, as palavras tomam vida em sua boca, e coisas e seres da história surgem como que por mágica. Numa noite fatídica, quando Meggie ainda era um bebê, a língua encantada de Mo trouxe à vida alguns personagens de um livro chamado ''Coração de tinta''. Um deles é Capricórnio, vilão cruel e sem misericórdia, que não fez questão de voltar para dentro da história de onde tinha vindo e preferiu instalar-se numa aldeia abandonada. Desse lugar funesto, comanda uma gangue de brutamontes que espalham o terror pela região, praticando roubos e assassinatos. Capricórnio quer usar os poderes de Mo para trazer de ''Coração de tinta'' um ser ainda mais terrível e sanguinário que ele próprio. Quando seus capangas finalmente seqüestram Mo, Meggie terá de enfrentar essas criaturas bizarras e sofridas, vindas de um mundo completamente diferente do seu.

Eu já tinha assistido a adaptação desse livro para o cinema e achei interessante, por isso quando vi que para dezembro a exigência era ter no titulo a palavra coração, logo pensei nele. Coração de Tinta é o primeiro de uma serie  incrivel. Tem aventura, mistério, magia, e muitos livros. Toda a história é ótima cheia de um encanto típico de conto de fadas. E, apesar de ser um livro bem grande, não  se torna cansativo.
Uma das coisas que mais gosto na história é  o amor que alguns personagens tem pelos livros. A Meggie anda com uma arca com seus livros preferidos por onde vai, o Mo cuida dos livros como se fossem criaturas vivas e muito sensíveis, e a tia Eleonor é completamente louca pelos livros também tanto que transformou a casa dela em biblioteca privada é claro porque niguém pode mexer em seus preciosos livros. E todo o tempo há trechos exaltando a importância dos livros.
Adorei o livro. E pretendo ler os outros da serie, tem muita história interessante por vir. Agora vou deixar um dos trechos que mais gosto.

"...Mas Meggie levava seus livros em todas as viagens também por outra razão. Eles eram seu lar quando ela estava num lugar estranho — vozes familiares, amigos que nunca brigavam com ela, amigos inteligentes e poderosos, audazes e experientes, viajados, aventureiros calejados. Seus livros a alegravam quando ela estava triste.."



É Natal!


Novidades

Quem é apaixonado por livros está sempre buscando as ultimas noticias do mundo literário. Principalmente com a rapidez e praticidade da internet que nos permite ter acesso a mais informações em menos tempo. Pensando nisso, resolvi dedicar um dia da semana para criar um post contando algumas novidades interessantes sobre livros. 


  • Foi divulgada a capa do quarto livro da serie Os Instrumentos Mortais, City of Fallen Angels.

Já fiz resenha aqui no blog sobre os dois primeiros livros dessa serie escrita por Cassandra Clare. E li o terceiro. Considero essa uma das melhores series do momento. Eu até estranhei quando fiquei sabendo que teria um quarto livro, já que o terceiro tem cara de fim de serie. Mas, pela sinopse e pelas comentários da própria autora, essa continuação  terá os mesmos personagens que conhecemos e amamo, porem será muito mais focada em Simon (o melhor amigo da Clary que se torna vampiro)). Então é esperar para conferir se City of  Fallen Angels continuará com o sucesso da serie.


  • Rechelle Mead divulga mais informações sobre novo livro
Falando ainda sobre novo livro de serie que conhecemos, temos novidades sobre BloondLines, novo livro  de Richelle Mead que será lançado no próximo ano. A autora divulgou que esse novo livro terá as mesmas regras do mundo vampirico que conhecemos em Vampire Academy. Também terão muitas diferenças, começando pela narradora, que nos seis primeiros livros da serie era a Rose, agora é a vez da SYdney. Quem leu Spirit Bloud, quarto livro, sabe que a Sidney é uma alquimista. Os alquimistas foram descritos no em Spirit Bound como   humanos com habilidades e treinamentos especiais para esconder do resto da humanidade a existencia dos vampiros, inclusive limpando a sujeira deixada pelos guardiões. Agora, em Bloondlines saberemos muito mais sobre os alquimista, já que a SYdney é a protagonista. Outros detalhes que Richelle disse foi que essa nova história terá como cenário uma escola normal, não mais a Academia de Vampiros. E, tambÉm que o protagonista é alguém já conhecido dos outros livros (quem acha que é o Adrian levanta a mão!).



Trecho de terça #3

Esse meme criado pelo  blog Me, MyShelf and I, em que  toda terça-feira tenho que postar um trecho legal do livro que estou lendo. 

O trecho de  hoje foi tirado do livro  que estou lendo para o desafio Literário desse mês, Coração de Tinta





“...Quando você leva um livro numa viagem”, dissera Mo quando ela pôs o primeiro no baú, “acontece uma coisa estranha: o livro começa a colecionar lembranças. Depois basta abri-lo, e você já está de novo no lugar onde o leu. Tudo volta, já nas primeiras palavras: as imagens, os cheiros, o sorvete que você tomou enquanto lia... Acredite, os livros são como papel pega-moscas. Não existe nada melhor para grudar lembranças do que páginas impressas...”


Capas de Orgulho e Preconceito

Já falei sobre o Skoob aqui no blog, é um site para fãs da leitura. E, já se tornou uma mania, sempre visito o Skoob para atualizar meu histórico de leitura, adicionar mais um livros na minha estante, ou somente participar das varias comunidades que tem por lá. Estava por lá só buscando novos livros e alguns conquistavam meu interesse pelas capas mais bonitas ou estranhas, pensei até em fazer um post sobre isso. Então, pensando nisso, resolvi procurar a capa mais bonita do meu romance favorito Orgulho e Preconceito de Jane Austen, porque nenhuma seleção dos melhores poderia existir sem ele. Mas, encontrei tantas edições dele aqui para o Brasil, que diante das variadas capas não teve como escolher uma. Sei que a maioria não é bonita, o tema são quase sempre iguais, mesmo assim senti a necessidade de fazer um post apenas com as capas de Orgulho e Preconceito.










Eu tenho a edição bilíngue da editora Landmark, essa terceira que tem a Elizabeth e Mr. Darcy do filme de 2005. Mas eu gosto mais da primeira, das flores vermelhas. E, para vocês qual a mais bonita ou que transmite melhor a idéia da clássica história de Austen ?


Trecho de terça #2



Esse meme criado pelo  blog Me, MyShelf and I, em que  toda terça-feira tenho que postar um trecho legal do livro que estou lendo. 

O trecho de  hoje foi tirado do livro O Legado da Caça-vampiros.




" ...Vitória ficou sozinha, aguardando ser anunciada, nervosa e na expectativa. Aquela noite seria sua estréia na sociedade... e também sua estréia  a nova caça-vampiros da antiga familia Gardella. Não apenas ela tinha que encantar os solteiros mais belos e ricos, mas também precisava  dar um jeito de achar e enfiar a estaca no seu primeiro vampiro. Aqui. No meio da sua apresentação a sociedade..."

Os Instrumentos Mortais 2- Cidade das Cinzas

Há pouco tempo foi lançado no Brasil o primeiro livro da serie Os Instrumentos Mortais que faz muito sucesso. Eu adorei essa serie e claro   devorei os três livros. Já comentei aqui sobre Cidade dos Ossos (primeiro livro), e agora vou  expor minha opinião sobre Cidade das Cinzas, segundo livro da serie.


Lembrando que a resenha tem spoilers do primeiro livro.


Sinopse

Clary Fray desejava apenas que sua vida voltasse a ser normal. Mas o que é normal quando você é um demónio-assassino Caçador de Sombras (Shadowhunter), sua mãe encontra-se em um coma mágico induzido, e você pode de repente ver Downworlders como lobisomens, vampiros, e fadas? Se Clary deixasse o mundo dos Caçadores de Sombras (Shadowhunters) para trás, significaria mais tempo com seu melhor amigo, Simon, que se está transformando mais do que um amigo. Mas o mundo dos Caçadores de Sombras (Shadowhunters) não está pronto para a deixar ir… especialmente seu considerável, enfurecedor, irmão, Jace. E a única possibilidade de Clary ajudar a sua mãe é seguir o Caçador de Sombras Valentine, que é provavelmente insano, certamente malvado … e também seu pai. Para complicar assuntos, alguém na cidade de Nova Iorque está assassinando crianças Downworlders. É Valentine atrás das matanças… e se for, o que está tentando fazer? Quando o segundo dos Instrumentos Mortais, a Espada-Alma, é roubada, o assustador Inquisidor chega para investigar. Como pode Clary parar Valentine se Jace está disposto a trair tudo que acredita para ajudar a seu pai? Nesta sequela, de tirar o fôlego, de Cidade dos Ossos, Cassandra Clare atrai os seus leitores de volta ao escuro Submundo (Downworld) da cidade de Nova Iorque, onde o amor nunca é seguro e o poder se transforma na mais mortal das tentações.


Cidade das Cinzas consegue ser ainda melhor que o primeiro livro. Como já conhecemos o complexo mundo dos Caçadores de sombras podemos nos concentrar mais na ação que ocorre na história.Valetine  já tem o cálice, e continua sua busca pelos outros  Instrumentos mortais. Alem disso, há mais perigos e mistérios no ar. Uma criança do povo das fadas e outra dos bruxos foram misteriosamente assassinadas, o que deixa em alerta todos os seres  das sombras.
 Resolver essa situação é tarefa dos Caçadores de sombra. Mas, os proprios caçadores parecem confusos, e até mesmo uma inquisidora insuportavel é mandada para Nova Yorque para investigar a suposta ligação entre Jace e seu pai, o vilão Valentini. Porem, O jovem Caçador de Sombras tem mais coisas com que preocupar alem da perseguição da inquiridora. Coisas como sufocar seus sentimentos por Clary, que no final do primeiro livro descobriu também ser filha de Valentine. Tentar compreender e aceitar seu passado encoberto por mentiras. E, tomar uma definitiva opinião contra ou a favor de seu pai. 
Enquanto os mistérios e duvidas cercam o mundo dos Caçadores de sombra, Clary tem sua propria dose de problemas que não são poucos. Sua a mãe continua inconsciente em uma cama de hospital. Simon, seu melhor amigo que é apaixonado por ela está mudando. Ela tem ainda que aprender a usar o seu dom especial para criar runas. E, lutar contra o amor nada fratenal que se por Jace.
Esse segundo livro é cheio de aventura e mistério, e o romance que estava nascendo entre a Clary e o Jace, no primeiro livro, toma outro rumo se tornando proibido e inquietante. E, tambem há o desenvolvimento ds alguns personagens secundarios, como o Simon, e o aparecimento de outros personagens como os pais de Alex e Isabelle, e Maia, uma jovem lobisomem. A Cassandra Clare conseguiu conduzir a história direitinho fazendo algumas revelações, e deixando outras perguntas no ar, o que faz com que não possamos esperar para ler o terceiro livro, Cidade de Vidro. 

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Total de visualizações de página