Alguém para Amar- Judith McNaught


Quando o assunto é livros, eu sou muito eclética, leio de tudo, os clássicos da literatura universal, literatura fantástica, Chick- Lit, os recém descobertos livros de banca ...( E cada dia a lista cresce mais rápido do que posso acompanhar) mas, quem me conhece sabe bem que os meus favoritos são os romances históricos. E, porque? Tenho dois bons motivos:
Motivo 1- Eu sou uma romântica assumida. desde sempre me encanto com bonitas histórias de amor e me emociono até com comedias românticas. 
Motivo 2-  Eu amo conhecer e entender tudo o que é diferente, principalmente o que está fora do meu alcance (fazer o que né, gosto é gosto) . Adoro conhecer países, culturas  e épocas diferente, e os romances históricos me proporcionam isso.

E, para minha grande alegria descobri a autora Judith McNaught, que escreve ótimos romances, incluindo os históricos. De todos os livros que eu li dessa autora, até agora, o que mais gostei foi Alguém para Amar. 


Sinopse:

Ambientada nos luxuosos salões da corte londrina e nos campos verdejantes da Escócia, este romance combina humor e emoção, ternura e erotismo. A jovem condessa Elisabeth Cameron causa furor quando se apresenta à sociedade londrina. Cortejada pelos mais cobiçados homens da época, cercada de amigas das melhores famílias, ela tem o mundo aos seus pés. Mas Elizabeth, embora nobre, é apenas uma órfã criada numa antiga casa de campo. Impulsiva e ingênua, deixa-se manipular e cai numa armadilha. Um escândalo envolvendo seu nome corre Londres e condena-a ao ostracismo. O tutor de Elizabeth não está disposto a sustentá-la para sempre. Por isso, um ano depois dos acontecimentos, arrisca uma cartada inusitada - oferece a mão da sobrinha aos doze homens que a haviam disputado antes do escândalo. Ao saber do gesto do tio, a garota sente-se envergonhada. Todos seus ex-pretendentes a recusam, exceto Ian Thornton - um plebeu de temperamento indomável e atraente. Ela sabe que Ian estava no centro da intriga que quase a destruíra e tem certeza de que ele a despreza. Elizabeth precisa enfrentar seus temores e mergulhar numa tempestuosa e surpreendente história de amor.


Esse romance me encantou por vários motivos, os personagens são complicados cheios de erros e acertos, o que os torna apaixonantes, a história é linda, emocionante e como não podia deixar de ser, cheia de enganos e desencontros. Além de todos esses elementos habituais dos romances, Judith McNaught  descreve com riqueza de detalhes a sociedade e os cenários da época em que se passa a história, confesso que senti vontade de estar lá, para mudar algumas coisas que aconteciam naquela época que eu acho insuportável, e para aproveitar algumas que eu considero encantadoras. Eu sorri, me emocionei e suspirei do início ao fim da leitura.

Conclusão: Os livros da Judith McNaught são viciantes. E pretendo comentar outros romances dela em breve. 





Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Tem selinho para você no meu bloguinho!!! Beijos mil!!!

    ResponderExcluir
  2. Pontro, lendo sua resenha vc me convenceu! Já baixei e estou (assim que arranjar tempo!!!) doida para ler!

    Abraços!

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Total de visualizações de página