O Símbolo Perdido

Olá a todos!


Acabei de ler o novo livro do Dan Browm, O Símbolo Perdido.
Depois do Código da Vinci  eu estava morrendo de vontade de ler esse livro. E por isso fiquei muito feliz quando ganhei  no amigo secreto que participei do desafio Literário  (até hoje não sei quem me presenteou).


Em O Símbolo Perdido  Robert Langdon se envolve (involuntáriamente) em mais uma aventura.Toda a história se passa em um periodo de doze horas, na cidade de Washington capital dos Estados Unidos, que foi construída pelos mestres Maçons e é repleta de monumentos históricos, lendas e mistérios. Nessa nova aventura, Dan Browm  deixam a igreja um pouco de lado e nos revela mais sobre a moçonaria, seus rituais, crenças e, como não podia faltar, muitos simbolos. A narrativa segue a mesma linha dos dois primeiros livros (Anjos e Demonios, e Codigo da vici), com doses de suspense que te obrigam a continuar lendo, O autor escreve de uma maneira que prende o leitor do inicio ao fim, apesar de ser um livro de 489 págimas.
O livro ficou dentro do padrão que eu esperava, melhor que o primeiro e tão bom quanto o segundo. Mistérios e segredos antigos sempre prendem a minha atenção, e apesar de toda a história se passar apenas em doze horas não falta aventuras e reviravoltas, e  está repleta de códigos e símbolos, principalmente maçons. Sabe, eu estou começando a pensar que a profissão de simbologista é a mais perigosa do mundo, o Robert Lagdon se passa por situações difíceis, sem nunca ter feito nada a ninguém, ajuda um monte de gente e no final ele não ganha nada, além de mais conhecimento é claro, o vida difícil de professor, simbologista e personagem do Dan Brown.

Agora é só esperar pelo filme...


Sinopse:


Depois de ter sobrevivido a uma explosão no Vaticano e a uma caçada humana em Paris, Robert Langdon está de volta com seus profundos conhecimentos de simbologia e sua brilhante habilidade para solucionar problemas.
Em O símbolo perdido, o célebre professor de Harvard é convidado às pressas por seu amigo e mentor Peter Solomon - eminente maçom e filantropo - a dar uma palestra no Capitólio dos Estados Unidos. Ao chegar lá, descobre que caiu numa armadilha. Não há palestra nenhuma, Solomon está desaparecido e, ao que tudo indica, correndo grande perigo.
Mal'akh, o sequestrador, acredita que os fundadores de Washington, a maioria deles mestres maçons, esconderam na cidade um tesouro capaz de dar poderes sobre-humanos a quem o encontrasse. E está convencido de que Langdon é a única pessoa que pode localizá-lo. Vendo que essa é sua única chance de salvar Solomon, o simbologista se lança numa corrida alucinada pelos principais pontos da capital americana: o Capitólio, a Biblioteca do Congresso, a Catedral Nacional e o Centro de Apoio dos Museus Smithsonian.






Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Olá!
    Passei aqui para desejar um bom final de semana...
    Acabei de atualizar o blog... Ja leu Mentes Roubadas, de Roberto Campos Pellanda? Não? Então passa lá e confira a resenha!
    Beijos,
    Náh

    ResponderExcluir
  2. Oi!! Obrigada pela visita no meu blog!! rs
    Quanto ao livro...não me despertou vontade de ler..Li o Codigo da vinci e gostei muito...Li Anjos e Demonios e tive que me 'obrigar' a ler a te o final...achei tudo muito repetitivo...Boas leitura pra ti moça!! XD

    ResponderExcluir
  3. Aguardando a divulgação da promoção do blog sempre romântica para validar seu segundo número na lista de participantes.
    beijos leninha!

    ResponderExcluir
  4. To terminando de lê-lo e achei muito interessante... Calro que ainda prefiro anjos e demonios, mas tenho que concordar que esse é muito bom e bem surpreendente até...
    Bjinhuxx e otimo findi

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Total de visualizações de página