O Oceano no Fim do Caminho- Neil Gaiman

Antes de comentar sobre esse livro quero deixar claro que sou fã de Neil Gaiman, ainda não li nem metade do todos os trabalhos dele, mas, de tudo o que li até agora só tenho coisas positivas a dizer. Seja escrevendo contos, romances HQs ou episódios do Doctor Who, Neil Gaiman é um escritor talentoso e surpreendente que todos deveriam conhecer.




Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino.
Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.
Sinopse retirada do Skoob


Nesse livro Neil Gaiman nos apresenta um homem comum, o nome do personagem nem é mencionado, porem, ele guarda em algum lugar, quase perdido na memória,  uma aventura estranha que ocorreu quando tinha apenas 7 anos. Quando as coisas não estão indo bem para o protagonista ele volta para sua casa de infância, e no fim da rua, na fazenda das  Hempstock, as memorias perdidas voltam.  E nos começamos a conhecer a história onde ninguém é o que parece, tudo pode ou não se real.

As Hempstock, avó, mãe, e filha, moram na fazenda no fim do caminho há  tempos, e conhece muito sobre esse mundo e todos os outros. E quando o menino se envolve sem querer  em problemas que estão alem da sua compreensão, e as Hempstock que ele pede ajuda.  Mas, na tentativa de resolver tudo, ele e sua nova amiga, a jovem Lettie Hempstock, complicam mais as coisas. Agora um ser antigo e misterioso esta a solta na vizinhança, e as intenções da criatura são puramente egoístas e vingativas, e eles devem solucionar isso antes que façam muitos estragos no nosso mundo. É muita responsabilidade para um garotinho mimado e solitário. Porem,  ao longo da história ele demostra coragem, e faz de tudo para salvar as pessoas que ama.

Todos os principais acontecimentos da história são apresentados para nós leitores através das lembranças  de infância de um homem de meia idade, então  dá para perceber a saudade da inocência e ilusões perdidas. Alem da duvida do que realmente é verdade, a imaginação das crianças é sempre fértil, principalmente de crianças solitárias, e ninguém mais lembra do que aconteceu alem dele. 

Adorei o livro, li tudo em um dia. A narrativa , com a mistura de elementos fantásticos, parece com uma dessas tentativas desesperadas de lembrar de um sonho impressionante que a gente teve a noite. E as mulheres Hempstock que são uma representação da deusa tripla em suas três faces, a anciã, a mãe, e a jovem, que é uma figura recorrente na mitologia, principalmente na mitologia celta pela qual sou fascinada. Neil Gaiman acertou mais uma vez, e prova porque é um dos meus autores favoritos.



Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Oie :)

    Nossa estou louco para ler logo algo do Neil e ver se ele realmente é tão bom, quando falam !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nunca li Neil mas fiquei com muita vontade depois do post, <3

    Beijos.
    Morte Na Flip, sorteio.

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Total de visualizações de página